O  STRATEGY CCUS sobre captura, sequestro e utilização de CO2 na Bacia Lusitaniana apresenta no dia 29 de abril, em seminário online, os resultados e conclusões deste ambicioso projeto que conta com a participação da Universidade de Évora.

Júlio Carneiro, professor do Departamento de Geociências e investigador no Instituto de Ciências da Terra, da Universidade de Évora, realça que “foram estudados cenários de implementação da tecnologia de captura, utilização e armazenamento de dióxido de carbono em oito regiões de sete países europeus, entre os quais a Bacia Lusitaniana em Portugal”, tendo a Universidade de Évora coordenado “os estudos de caraterização da capacidade de armazenamento geológico nas oito regiões-alvo e implementou os modelos para definição de redes de transporte de CO2”.

No caso específico de Portugal, a Universidade de Évora integrou, em conjunto com a CIMPOR, Universidade Nova e DGEG, a equipa que definiu os cenários de implementação da tecnologia CCUS no território nacional, debruçando-se essencialmente sobre as condições para transporte do CO2 e armazenamento geológico onshore vs. offshore na zona Oeste de Portugal.

“Os cenários desenvolvidos contemplam uma análise da viabilidade económica das diferentes componentes da tecnologia” avança o investigador das UÉ referindo ainda que as tecnologias CCUS “têm um enorme potencial na redução significativa das emissões dos setores industriais e de produção de energia, sendo por isso parte essencial dos esforços para cumprir as metas de descarbonização”.

Tal como anteriormente avançado,os roteiros resultantes do Projeto vão incluir informação técnica, identificação das melhores práticas em questões como a aceitação social, e modelos de negócio para a captura, utilização e armazenamento de CO2. O principal objetivo é demonstrar que as tecnologias CCUS são viáveis e valiosas para cumprir os compromissos do Acordo de Paris sobre a ação climática, e designadamente o objetivo exigente já assumido por alguns países, entre os quais Portugal, de atingir a neutralidade carbónica em 2050.”

O STRATEGY CCUS é um ambicioso projeto de três anos financiado pela União Europeia para apoiar o desenvolvimento da energia e da indústria de baixo carbono na Europa do Sul e do Leste, focado em oito regiões consideradas promissoras para a captura, utilização e armazenamento de carbono (CCUS). Pretendeu-se incentivar e apoiar iniciativas em cada região, produzindo planos de desenvolvimento local e modelos de negócio adaptados às necessidades da indústria.

Link do Seminário aqui

Fonte: Nota de Imprensa / Universidade de Évora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here