grupo Vila Galé reposicionou o Vila Galé Estoril, no Estoril, transformando-o num hotel recomendado para adultos e onde, de abril a setembro, passará a estar disponível o regime de ‘tudo incluído’, além dos restantes regimes – alojamento com pequeno-almoço ou meia-pensão.

Nesta lógica, surgiu mais um restaurante, o Inevitável, com aproximadamente 30 lugares, aumentando as opções gastronómicas nesta unidade, onde já funcionava uma pizzaria Massa Fina e um restaurante com buffet. Este espaço estará aberto ao público e terá uma carta com gastronomia de inspiração mediterrânica à base de mariscos, onde constam entradas como carpaccio de vieira com abacate, manjericão, menta e lima e pataniscas de atum; pratos como moqueca de polvo e camarão com arroz basmati, caril de lagosta com arroz de coentros e linguini de ostras com limão; ou sobremesas como mousse de avelã caramelizada e cheesecake com molho de caramelo salgado.

Haverá também nova oferta de animação como aulas de ginástica e outras atividades desportivas, workshops ou música ao vivo, entre outras propostas culturais.

Além disso, o Vila Galé Estoril tornou-se num hotel temático, com nova decoração e sinalética dedicada aos Sixties. Cada quarto terá uma homenagem a um cantor dos anos 60 e o acesso a um QR Code proporcionará o acesso à letra e música.

Mas este ano haverá mais novidades: em julho, será inaugurado o Vila Galé Alagoas, no Brasil. Trata-se de uma unidade com ‘tudo incluído’, composta por 513 quartos, seis restaurantes, Satsanga Spa & Wellness, oito salas de reuniões e salão para 1.000 pessoas, parque aquático infantil e outras infraestruturas desportivas e de lazer. Representando um investimento de 150 milhões de reais, vem reforçar a posição da Vila Galé como maior rede de resorts naquele país.

Já em Portugal, nos próximos meses, a Vila Galé vai iniciar a construção de mais quatro hotéis:

– Vila Galé Collection São Miguel: No centro Ponta Delgada, São Miguel, Açores, a Vila Galé vai investir cerca de 12 milhões de euros para renovar parte do antigo Convento e Hospital de São Francisco, reconvertendo-o num hotel de charme, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia. A unidade terá 93 quartos, restaurantes, bar, piscinas e Satsanga Spa & Wellness.

– Vila Galé Collection Tomar: No centro da cidade, a Vila Galé vai recuperar e reabilitar várias áreas do antigo Convento de Santa Iria e do Colégio Feminino, transformando-as numa unidade de 4 estrelas, com cerca de 100 quartos, restaurante, bar, Satsanga Spa & Wellness, piscina exterior e um salão de convenções para mais de 200 pessoas. Com um investimento a rondar os dez milhões de euros, terá como tema a Ordem dos Templários.

– Vila Galé Nep Kids: Em Beja, próximo do Vila Galé Clube de Campo, a Vila Galé vai lançar um conceito de hotelaria inédito em Portugal – um hotel totalmente concebido para os mais pequenos, onde os adultos só poderão entrar se acompanhados por crianças. Esta unidade contará com cerca de 80 quartos e várias atrações projetadas para os mais pequenos como parque aquático com várias piscinas exteriores e escorregas, carrosséis, trampolins, insufláveis, Clube Nep com brinquedoteca e spa infantil. Haverá ainda decoração 3D, parede de pintura e de escalada, piscina de bolas, slide e programação adequada aos mais novos. O investimento rondará os dez milhões de euros.

– Vila Galé Monte da Faleira: Na mesma herdade, onde já tem o hotel Vila Galé Clube de Campo e produz os vinhos e azeites Santa Vitória, o grupo vai ainda investir cerca de três milhões de euros num novo agroturismo, vocacionado para casais. Terá quartos temáticos, piscina exterior, dois salões de eventos e duas salas de reuniões.

Ao longo de 2022 grupo tem vindo também a investir num programa de renovações que inclui uma nova piscina exterior no Vila Galé Évora, a continuação da remodelação dos quartos no Vila Galé Marina (Vilamoura) ou a substituição dos pavimentos dos parques infantis no Vila Galé Lagos, Atlântico (Praia da Galé) e Albacora (Tavira). E as pizzas do Massa Fina chegarão ao Norte do país, com a abertura de uma pizzaria no Vila Galé Porto. Este será o sexto espaço da marca em Portugal, que já está no Estoril, Lagos, Praia da Galé, Vilamoura e Armação de Pera.

“Apesar das dificuldades que a pandemia provocou nos últimos dois anos, na Vila Galé mantivemo-nos ativos e dinâmicos, a trabalhar em novos investimentos. Temos estado empenhados em reforçar a formação das nossas equipas, em assegurar a qualidade dos ativos e dos serviços e a desenvolver novos hotéis, para abrir em 2023. Acreditamos que 2022 será o ano do início da retoma de uma forma mais consistente”, sublinha o presidente da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida.

“Este será também um ano em que teremos um foco muito especial nos recursos humanos, procurando criar carreiras mais atrativas e mais bem remuneradas, vinculadas à avaliação, ao mérito e empenho, apostar na formação on job e captar jovens à procura do primeiro emprego. A sustentabilidade será outra das preocupações, com o reforço do investimento em energias renováveis, por exemplo”, reforça.

“Tivemos dois anos maus, mas acredito que nos próximos meses vamos progressivamente começar a recuperar. Os mercados internacionais, em particular o segmento de lazer, estão com muita vontade de voltar a viajar e temos bons argumentos para conquistar até novos públicos. Estou convicto que também desta vez o turismo terá um papel essencial como motor da economia e de resposta à crise”, conclui.

Apesar de ter sido um ano melhor do que 2020, em 2021, as receitas hoteleiras do grupo Vila Galé em Portugal ficaram ainda cerca de 50% abaixo das registadas em 2019, totalizando 59 milhões de euros. Já no Brasil, ascenderam a 325 milhões de reais, menos cerca de 15% do que em 2019.

Fonte: Nota de Imprensa / Vila Galé Hotéis

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here