Alentejo Hoje

EDIÇÃO DIÁRIA

De 21 a 23 de Fevereiro

Festival Entrudanças regressa a Castro Verde

Nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro, o "Entrudanças" regressa à vila de Entradas e celebra o pão como parte de um programa que convida à descoberta da comunidade e da tradição, mas também da natureza e da cultura que a define.

CM Castro Verde

12 Fevereiro 2020

Nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro, o "Entrudanças" regressa à vila de Entradas e celebra o pão como parte de um programa que convida à descoberta da comunidade e da tradição, mas também da natureza e da cultura que a define.

Três dias de um programa composto por diferentes propostas artísticas nacionais e internacionais que transformam o festival num espaço de diálogo intercultural permanente e, onde a dança, a música, o artesanato, o cante e a gastronomia levam os festivaleiros pela celebração do Entrudo e da cultura alentejana.

Destaque este ano para a apresentação do projeto artístico-comunitário “Mãos na Massa” dinamizado pelo escultor Eduardo Freitas, autor da peça que nesta edição deu corpo ao cartaz do festival, e Inês Alves. Um projeto de artes visuais que tem como tema o pão, o corpo e o barro e que promove a reflexão em torno dos valores históricos, sociais e culturais que estes três elementos representam para o Alentejo e que culminará numa exposição coletiva no Museu da Ruralidade.

O festival é organizado pela Câmara Municipal de Castro Verde, Associação PédeXumbo e Junta de Freguesia de Entradas.

O Entrudanças é o Festival de Inverno e de Carnaval da PX que surgiu em 2000 para que o inverno fosse também um tempo de dançar e aprender. Com o pretexto da celebração do Entrudo, durante três dias aprendem-se danças do mundo e outros saberes ligados às tradições, à música, aos instrumentos, ao canto, às manualidades e se baila pela noite fora em bom espírito de folia carnavalesca.

Évora foi durante quatro anos o palco do festival, que se repartia entre as muitas salas da SHE (Sociedade Recreativa Eborense), outros espaços culturais então existentes em Évora como a Casa Amater, e a Praça do Giraldo, onde terminava o desfile do último dia. Em 2004 o Entrudanças foi de corpo e alma para Entradas, vila do interior alentejano, no concelho de Castro Verde. O nome encaixou na perfeição e o festival, na sua nova localização no centro desertificado e preservado do Alentejo, continuou a atrair gentes de Portugal e da Europa a convergir a um espaço de encontro, onde, ano após ano, se estreitam laços através do trabalho que se vai desenvolvendo com a comunidade local, tocando gerações e atravessando o tempo. O Entrudanças é assim uma festa de muita alegria que junta às tradições do Entrudo a música e a dança, numa festa que é partilhada e vivida por todos.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.