euroace
Alentejo Hoje

EDIÇÃO DIÁRIA

Em reunião pública de 19 de Dezembro: Câmara de Évora aceitou doação do espólio da Ludoteca e Coleção do Brinquedo

A aceitação da doação do espólio da Ludoteca e Coleção do Brinquedo à Câmara Municipal de Évora pela Associação dos Amigos da Ludoteca foi aprovada por unanimidade nesta reunião.

20 Dezembro 2018

Como explicou a Vereadora da Educação, Sara Dimas Fernandes, na apresentação da proposta, a Associação já não tinha condições para assumir a Ludoteca e fazer justiça à Coleção do Brinquedo, tendo proposto ao Município a aceitação deste legado e a sua dimanização, mantendo esta os mesmos princípios pedagógicos e valores associados.

O Presidente do Município, Carlos Pinto de Sá, sublinhou o importante papel desempenhado pela Associação ao longo dos anos e frisou o compromisso camarário de assegurar a continuidade desta missão. Indicou que, no âmbito da recuperação já iniciada do Parque Infantil de Évora - onde se localiza o espaço - está previsto que a próxima fase seja a requalificação do edifício da Ludoteca. Deixou ainda o reconhecimento e agradecimento, em nome de toda a Câmara, à Associação pelo trabalho realizado.

Refira-se que a Ludoteca de Évora, a primeira ludoteca do país, foi fundada pela Dra. Josette Cardoso em 1979, Ano Internacional da Criança, e desde aí funciona num edifício cedido pela Câmara Municipal com o apoio da autarquia a vários níveis, sendo gerida pela Associação dos Amigos da Ludoteca.

Nesta reunião, para além da deliberação acerca de um conjunto diversificado de propostas, mereceu também aprovação unânime a atribuição do lote B – VI do Parque de Indústria Aeronáutica de Évora à empresa francesa Armor Meca Portugal Unipessoal, Lda. e reconhecimento de projecto a desenvolver por esta como de Potencial Interesse Municipal. Trata-se de um projecto de instalação de unidade industrial de maquinação de componentes para a indústria aeronáutica e fresamento em titânio com automação de meios para 4.0 que se irá desenvolver em várias fases.

O investimento previsto é de 3 milhões e 850 mil euros e inclui a criação de 68 postos de trabalho até 2022, explicou o Presidente da Câmara Municipal, tendo a instalação da Mecachrome ajudado a atrair para Évora mais esta empresa.

A empresa já tem a sua sede social no NERE – Núcleo Empresarial da Região Alentejo e é reconhecida pela sua experiência por empresas como a Airbus, Stelia, Safran, Thales, MBDA, entre outras. É especializada em usinagem de alta precisão e montagem de susbsistemas e possui algumas das mais modernas máquinas no sector.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.