euroace
Alentejo Hoje

EDIÇÂO DIÁRIA

Candidaturas podem ser feitas online até 16 de Novembro

Concurso +ECO.ALENTEJO CENTRAL quer incentivar a economia circular e promover o desenvolvimento sustentável

Iniciativa conjunta do NERE - Núcleo Empresarial da Região de Évora e da CCDR Alentejo – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo

Nota de imprensa

12 Novembro 2018

O Projeto ECO.NOMIA Alentejo Central está a aceitar até ao próximo dia 16 de Novembro as candidaturas para o Concurso “+Eco.Alentejo Central”, dividido em três categorias: Prémio Iniciativa Jovem, Prémio Inovação em Economia Circular e Prémio Economia Circular nas Empresas. Tem como principal objetivo consciencializar a população para a escassez premente dos recursos do planeta, incentivando a criação de estratégias inovadoras para o território do Alentejo Central, que promovam a transição para a economia circular.

Esta é uma iniciativa conjunta do NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora e da CCDR Alentejo – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, cofinanciado pelo Fundo Ambiental.

«É essencial que todos nós - empresários, políticos, jovens e demais população – tenham a consciência efetiva que os recursos do planeta Terra são finitos, e que já hoje alguns se encontram no limite. A economia circular é um modelo económico que responde às necessidades globais relacionadas com a sustentabilidade ambiental, através da implementação de estratégias inovadoras baseadas no desenvolvimento de novas tecnologias, novos produtos, serviços e atitudes, promovendo a reutilização de materiais e recursos», afirma Vitor Barbosa, Presidente da Direção do NERE.

A iniciativa propõe-se premiar pessoas, empresas e instituições do Alentejo Central que promovam ativamente o desenvolvimento sustentável e a economia circular através do desenvolvimento de projetos sustentáveis a nível ambiental, económico ou social. O prémio “+Eco.Alentejo Central” tem como objetivo premiar e reconhecer as ideias e práticas mais inovadoras, que simultaneamente promovam o estabelecimento de parcerias efetivas entre empresas, instituições e sociedade civil, para assim alertar, sensibilizar e consciencializar a sociedade para a importância do equilibro ambiental.

Existem três categorias a concurso:

· Prémio Iniciativa Jovem, para indivíduos com menos de 30 anos, residentes no Alentejo Central. Valor monetário: 500 Euros.

· Prémio Inovação em Economia Circular com um valor monetário de 1.000 Euros;

· Prémio Economia Circular nas Empresas com um valor monetário de 1.500 euros.

Aos dois últimos itens podem candidatar-se as entidades do sistema científico e tecnológico regional e empresas constituídas sob qualquer forma jurídica com escritório no Alentejo Central respetivamente.

As inscrições devem ser realizadas até 16 de Novembro, através do formulário em www.nere.pt ou por email para anabrejo@nere.pt.

O Projeto ECO.NOMIA Alentejo Central foi criado para dar resposta a um conjunto de desafios essenciais na área da economia circular, nomeadamente: a sensibilização e consciencialização do tecido empresarial; o reforço da competitividade das empresas participantes através da divulgação dos seus projetos; e a promoção do uso eficiente e produtivo de recursos.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.