Alentejo Hoje

Iniciativa promovida pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana

Frederico de Souza Nunes eleito “Melhor Sommelier dos Vinhos do Alentejo no Brasil 2018”

01 Fevereiro 2018 | Fuente: Redação

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) organizou pela quinta vez o concurso “O Melhor Sommelier dos Vinhos do Alentejo no Brasil” e o vencedor deste ano foi Frederico de Souza Nunes.
A eleição decorreu na passada sexta-feira, no Hotel M'Ar de Ar Muralhas, em Évora, e juntou oito finalistas que tiveram de prestar provas escritas e práticas.
O júri desta última etapa foi composto por Francisco Mateus, presidente da CVRA; Alexandre Lalas, jornalista e crítico de vinhos brasileiro; e Guilherme Corrêa, um sommelier brasileiro que agora trabalha em Portugal.
Segundo a CVRA, em nota de imprensa, “os oito finalistas brasileiros tiveram a oportunidade de fazer um verdadeiro tour pelo Alentejo durante cinco dias, no qual contactaram com alguns dos principais produtores alentejanos e participaram em sessões de formação e em provas de vinhos, tendo decorrido no último dia um teste escrito, oral e prático”.
Relativamente à importância deste concurso, é salientado que “o Brasil foi o país para onde os Vinhos do Alentejo mais exportaram em 2017”.
À margem da sessão final do evento, Francisco Mateus destacou que “nós verificamos que há cada vez mais interesse por parte dos sommeliers brasileiros em participar neste concurso”, revelando que “o número de candidatos para as formações no Brasil tem vindo a aumentar e este ano tivemos 150 pessoas formadas no Brasil, das quais tivemos de escolher oito que foram aqueles que estiveram na região durante este dias”.
O presidente da CVRA especificou que “ao longo destas cinco edições já tivemos um conjunto de 40 finalistas que vieram ao Alentejo e puderam ter esta vivência da região, o que significa que temos pessoas no Brasil que conhecem melhor os vinhos do Alentejo e que estão muito mais informadas para junto do consumidor transmitirem aquilo que se pode experimentar em cada garrafa de vinho do Alentejo”.
Admitindo que “é difícil associar os resultados de só uma ação ao desempenho que as exportações possam ter, até porque há sempre as questões económicas a pesar”, Francisco Mateus sublinhou que “o que verificamos é que há uma dinâmica em torno dos vinhos do Alentejo e que há um grande interesse pelos vinhos do Alentejo, o que também foi confirmado pelos sommeliers que aqui estiveram”.
Frederico de Souza Nunes é de Brasília e foi o grande vencedor desta edição, tornando-se assim um embaixador dos vinhos alentejanos no Brasil.
Em declarações aos jornalistas, disse que “tenho uma empresa de consultoria e dou aulas sobre vinhos das diferentes regiões do mundo”, confessando que “vai ser um prazer falar dos vinhos do Alentejo”.
Na sua opinião, “este concurso é muito importante para divulgar a cultura, os vinhos e a região do Alentejo no Brasil”, considerando que “é uma região vitivinícola muito especial, com castas autóctones e com um clima e um solo muito especiais”.
Frederico de Souza Nunes realçou que “sempre tive interesse em vinhos portugueses e quando fiquei a saber deste concurso, em que poderia focar-me para aprender mais, decidi participar e foi muito gratificante visitar os locais e conhecer os produtores”.
Para o mesmo sommelier, “o que torna o vinho do Alentejo especial é a grande diversidade que tem, quer de castas, como de diferentes zonas, pelo que temos boa fruta no vinho, mas também uma excelente acidez, porque existem variedades na região”.
Acrescentou que “também existem monocastas, mas a maior diferença é essa grande variedade de castas que são muito agradáveis ao paladar do brasileiro”.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.