Alentejo Hoje
Twitter rectangular

“Linces” de Évora brilham em Barrancos

21 Novembro 2017 | Fuente: Redação

A delegação eborense que marcou presença, no passado sábado, na primeira edição do Trail Iberlince de Barrancos, cuja prova de 40 quilómetros, estava integrada na Lacatoni Taça de Portugal de Trail (zona Sul), prova do calendário da Associação de Trail Running de Portugal (ATRP), esteve ao mais alto nível com alguns dos atletas a subirem ao pódio.

Assim, na prova mais curta (11 kms), Mara Silva obteve um excelente segundo lugar da classificação geral e primeiro lugar do seu escalão, enquanto Tânia Ginó foi a segunda mais rápida do seu escalão, ambas do grupo Correr em Évora. António Pimpão (30º), Fátima Pimpão (51º), Carlos Martins (54º), José Espada (55º), Ana Franco (73º), Susana Espada (74º), José Mateus Ginó (76º) e Rute Oliveira (87º), foram os outro “eborenses” que concluíram. A vitória sorriu a Luís Campaniço (Beja Atlético Clube).

Na prova de 21 quilómetros, Maria Cristina Rodrigues (Correr em Évora) foi terceira classificada do seu escalão, e em masculinos, num total de 186 atletas, João Pedro Chambino e Carlos Neves, ambos do Évora Night Runners, posicionaram em 71º e 89º lugar respetivamente. Virgínia Canento (147º), Ana Isabel Racha (161º) e Miguel Pelicano (165º), concluíram ainda esta prova. O mais rápido foi Tiago Godinho (Caracol Trail Team).

Na prova rainha da competição (40 quilómetros), Maria Rodrigues esteve igualmente em destaque, ao ser a segunda classificada do escalão e João Canento ocupou o lugar mais baixo do pódio do seu escalão, ambos com as corres do Correr em Évora. Nesta prova destaque ainda para a quinta posição (Geral) de António Antas (Furões do Alentejo). Participaram ainda, pelo Correr em Évora, Rui Maurício (24º) e José Luís Campeão (33º). Em primeiro lugar posicionou-se Marcolino Veríssimo (Arrábida Trail Team).

Esta competição, organizada pela Associação Barrancos Futebol Clube (ABFC), revelou-se extraordinariamente exigente, obrigando os participantes, nos diversos percursos, a demonstrarem a sua melhor perícia no atravessamento de zonas muito técnicas.

Para além do traçado sinuoso, o Trail Iberlince, que no total juntou cerca de meio milhar de participantes, entre portugueses e “vizinhos” espanhóis, exigiu ainda muita capacidade física, já que qualquer um dos traçados (10, 21 ou 40 quilómetros) apresentava uma altimetria considerável.

Independentemente do saudável sofrimento característico destas provas, a competição não poderia ter tido melhor estreia com os participantes a a serem unânimes quanto à qualidade da mesma, realçando, não só a simpatia dos barranquenhos, mas principalmente a organização, liderada por Ico Bossa.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.