acerca otoño 2
Alentejo Hoje
Twitter rectangular

O Foro de Cooperação Internacional que decorreu em Cáceres analiza desigualdades dos países ibero-americanos

Os participantes dão ênfase ao benefício das políticas conjuntas para melhorar a eficácia e o impacto das acções de cooperação.

24 Outubro 2017

A agenda da Semana transfronteiriça da Euroace que decorre na Extremadura começou dia 23 de Outubro em Cáceres com o Foro de Cooperação Internacional e de Cooperação Transfronteiriça na Ibero-américa, onde se analisaram as desigualdades nestes países “estratégicos” para a Extremadura, e as novas formas de cooperação internacional que se podem adaptar neste continente.

A Diretora geral da Ação Exterior, Rosa Balas e o Diretor geral da Agência Extremenha de Cooperação Internacional (AEXCID), Ángel Calle, participaram na inauguração deste foro que reuniu peritos europeus e do Equador, Colômbia e Mali.

Estas jornadas são parte de um projeto financiado pela Aexcid e organizado pela Associação de Regiões Fronteiriças Europeias (ARFE). Nelas explicaram-se casos práticos desenvolvidos pela Aexcid e ARFE em Israel, Palestina, México, Guatemala, Bolívia, Paraguai, Brasil, Colômbia, Equador e Cuba.

Esta iniciativa pretende através da cooperação internacional e transfronteiriça melhorar a “eficácia” e o impacto” da ajuda recebida por estes países diferentes, alguns deles países “prioritários” e preferenciais” da Agência Extremenha de Cooperação Internacional para o desenvolvimento.

Neste sentido, o Diretor da Agência Extremenha de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aexcid), Ángel Calle, explicou que “em tempos complexos como os que se vivem agora” para os locais fronteiriços na Europa, a Aexcid vai “redobrar esforços” para trabalhar com “melhores ferramentas” nas fronteiras dos países aderentes para “reduzir as situações de desigualdade”, um esforço que foi definido como o “motor” da solidariedade.

Por sua parte, a Diretora Geral da ação Exterior, Rosa Balas, destacou deste projeto a capacidade de ambas as entidades para executarem ações em termos de cooperação transfronteiriça e iberoamericana da Extremadura. E sublinhou os “benefícios mutúos” que esta aposta gera para a cooperação baseada na confiança entre territórios “que nunca tinham trabalhado juntos”.

No Foro também intervieram, entre outros, o Secretário Geral da Associação de Regiões Fronteiriças Europeias, Martín Guillermo, o Secretário Geral da Comunidade Andina, Walker San Miguel, o especialista em cooperação e antigo responsável do programa de Fronteiras da UniãoAfricana, Embaixador D.M. Diarra

Posteriormente, o Diretor da Aexcid e a Diretora da Ação Exterior mantiveram uma reunião com o Diretor do Programa Eurosocial, Juan Manuel Santomé, e com a responsável do Desenvolvimento Regional Eurosocial +, Bárbara Gómez.

O objetivo deste encontro, dizia o comunicado, foi de avançar com a colaboração da Junta da Extremadura na qualidade de Entidade Aliada com o programa Eurosocial + da Comissão Europeia pela cooperação entre a Europa e América Latina no período 2016-2021.

Finalmente concluida, pretende-se contribuir para uma melhor coesão social entre os países latino-americanos e para o “fortalecimento” institucional mediante o apoio a processos de desenho, reforma e implementação de políticas públicas.

A Semana de Cooperação Transfronteiriça, que decorre até ao próximo dia 27 de Outubro, continua amanhã com o “Encontro de Escola transfronteiriça 2017” na Faculdade de Direito da Universidade da Extremadura, um projeto da Associação Regional de Fronteiras Europeias (ARFE), e a Universidade holandesa de Radboud, Escola de cooperação transfronteiriça, para intercâmbio da experiência académica nesta matéria.

logo euroregiones


interreg

logo git junta

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.