Alentejo Hoje
Twitter rectangular

Eborense apresenta exposição de pintura “C’Alma”

Quadros de Ana Nunes expostos no Évora Hotel até sexta-feira

17 Agosto 2017 | Fuente: Redação

“Aproveitem, com calma e com alma!” Este é o “conselho” que a artista eborense dá a quem visita a sua exposição de pintura patente no Évora Hotel até à próxima sexta-feira.
“C’Alma” é o nome desta mostra que, desde 31 de julho, pode ser apreciada nesta unidade hoteleira alentejana.
A exposição reúne “um conjunto de obras pintadas a óleo que retratam a calma e a alma das gentes”, segundo refere a autora, em nota de imprensa.
Segundo Ana Nunes, a sua pintura “resulta de um processo de registos meus”, descrevendo que “são memórias, fruto de uma vivência, da minha observação às coisas”.
Nesse sentido, é descrito que “as portas e as janelas são figuras tendencialmente retratadas pela artista”, especificando que “procurando o que está por detrás delas, transporta para as suas telas a essência das coisas simples que, muitas vezes, fogem ao olhar”.
Na sua página do Facebook, Ana Nunes confessa que “os últimos meses têm sido de uma grande intensidade de emoções, de um amor incondicional, de um preenchimento total deste coração e de um agradecimento especial a Deus por tamanha dádiva; mais um filho”.
Referindo-se à exposição patente no Évora Hotel, constata que “mesmo com poucas horas de descanso e muitas interrupções em cima, ainda houve a calma necessária para a realização de algumas obras onde, decerto e espero eu, a cor que me é característica, os temas de seleção e a alma estiveram e estão lá”.
Ana Nunes nasceu em Évora a 18 de setembro de 1979. Foi aos 24 anos que se iniciou na pintura como autodidata, tendo, em 2004, começado a estudar com o mestre Camol d’Évora para aperfeiçoar a sua técnica.
De acordo com a informação disponibilizada, a artista “já apresentou as suas obras em mais de meia centena de exposições individuais e coletivas, destacando-se no seu currículo os primeiros prémios obtidos no concurso ‘Pintar Pavia ao Vivo’, em 2008 e 2012, e o terceiro lugar alcançado em 2017, nesse mesmo concurso”.
É ainda realçado que “conta também com a aquisição dos seus trabalhos pela Stone Galery, de São Francisco, nos Estados Unidos da América”.
Além disso, “as suas obras fazem parte de coleções particulares e institucionais, nacional e internacionalmente representadas”, conclui-se.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.