acerca otoño 2
Alentejo Hoje
Twitter rectangular

Badajoz

FADO E FLAMENCO VOLTAM A ENCONTRAR-SE. ANTÓNIO CHAINHO E CAMANÉ LEVAM O FADO ATÉ BADAJOZ

de 6 a 8 de Julho

23 Junho 2017 | Fuente: Nota de Imprensa

O Festival Flamenco E Fado Badajoz encherá de música as noites de verão de Badajoz, de 6 a 8 de Julho de 2017.

Após 10 anos de programação o Festival Flamenco E Fado Badajoz tornou-se num ponto de encontro anual entre as duas músicas mais representativas de Espanha e de Portugal, ambas com o selo de Patrimonio Imaterial da Humanidade da Unesco.

Badajoz é sem dúvida a capital transfronteiriça da Extremadura, com uma estreita relação cultural, social e comercial com os vizinhos da Raia e cada ano recebe o melhor do Fado e do Flamenco permitindo que o público espanhol possa descobrir o fado, e os vizinhos portugueses desfrutem com o flamenco, partilhando juntos de grandes noites onde se unem duas músicas, dois sentimentos e dois povos irmãos, através da música e da cultura.

O festival terá lugar de 6 a 8 de Julho, no Auditório Municipal Ricardo Carapeto, com várias propostas artísticas. Por um lado, inaugura este festival, na quinta-feira, 6 de Julho, pelas 22:00 horas, o Ballet Nacional de Espanha que apresenta duas coreografias: Zaguán e Alento, dirigidas por Antonio Najarro.

No segundo dia, sexta-feira, 7 de Julho, assistiremos a uma dupla atuação a partir das dez da noite, onde flamenco e fado partilharão o palco. A primeira parte consiste num espetáculo com um atraente título: Mediterráneas, com duas potentes vozes, a da israelita Noa e a da espanhola Pasión Vega, que encontraram um espaço onde partilhar e unir os seus diferentes estilos e géneros. Duas vozes privilegiadas e um gosto especial pelos ritmos e mestiçagem musical.

Na segunda parte da noite, chega o fado pela mão do Mestre da guitarra portuguesa António Chaínho. Herdeiro de uma singular tradição, com mais de 50 anos de carreira, interpreta as múltiplas emoções que saem da sua guitarra, conduzida pelo seu inigualável talento.

Para encerrar este festival, no sábado, 8 de Julho, sob o título de ‘Familia Porrina’, terá lugar uma representação sobre o que significou o vasto tronco familiar do Porrina de Badajoz, que é quem inspira este espetáculo inédito para este Festival Flamenco e Fado Badajoz, e que reúne a toda una estirpe de cantaores, bailaores e músicos de raça.

A noite de sábado finaliza com o fadista Camané, que se destaca por possuir uma especial sensibilidade musical e uma voz única na arte de cantar o fado. Camané oferecerá um repertório especial para o público de Badajoz.

Ao longo destes anos passaram pelo palco do Festival de Flamenco y Fado de Badajoz artistas como Carminho, Cuca Roseta, Dulce Pontes, Ricardo Ribeiro, António Zambujo, Carlos do Carmo, Cristina Branco, Sidónio Pereira, Joana Amendoeira, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Sara Tavares, entre outros, que partilharam palco com nomes tão representativos do flamenco como Paco de Lucía, Vicente Amigo, Niña Pastori, Carmen Linares, Enrique y Estrella Morente ou Sara Baras, fazendo vibrar o público num lugar mágico, sem fronteiras, onde se unem os estilos musicais mais representativos dos dois lados da Raia.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.