Alentejo Hoje
Twitter rectangular

Eborae Mvsica

CONCERTO COMEMORATIVO DO 25 DE ABRIL Coro Polifónico “Eborae Mvsica”

21 de abril

20 Abril 2017 | Fuente: Nota de Imprensa

A Associação Musical Eborae Mvsica promove, em articulação com a Câmara Municipal de Évora, no dia 21 de Abril, sexta-feira, às 18h30, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Évora, o Concerto Comemorativo do 43.º aniversário do 25 de Abril, pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica”, sob a direção do maestro Eduardo Martins e com acompanhamento ao piano de Ana Filipa Luz. O programa do concerto é composto por Canções Heróicas e Canções Regionais de Fernando Lopes Graça, Eurico Carrapatoso e Canções de Zeca Afonso.

Programa do Concerto: Homenageando José Afonso II - Grândola, vila morena (José Afonso) ,Fernando Lopes-Graça (1906-1994) ; Canções Regionais e Tradicionais Portuguesas- Sombras-Eurico Carrapatoso (1962); Canção da Vindima - Fernando Lopes-Graça (1906-1994), O milho da nossa terra; Canções Heróicas - Convite (Antunes da Silva), Ó pastor que choras (José Gomes Ferreira) , Mãe Pobre (Carlos de Oliveira) , Jornada (José Gomes Ferreira) , Ronda (João Cochofel) ; Homenagem a José Afonso (Zeca Afonso) - Venham mais cinco, Canto Moço (Arr.Eduardo Martins), Cantigas do Maio (Arr.Eurico Carrapatoso),A morte saiu à rua (Arr. Carlos Garcia), Canção de Embalar (Arr. Humberto Castanheira),Traz outro amigo também (Arr. José Firmino), Cantigas do Andarilho, Balada de Outono; Acordai (José Gomes Ferreira) Fernando Lopes-Graça (1906-1994).
O Coro Polifónico “Eborae Mvsica” fez em Setembro de 1987 a sua primeira apresentação pública, integrada no acontecimento cultural “Os Povos e as Artes”. Tem realizado diversas atuações ao longo da sua existência, interpretando não só polifonia da Escola de Música da Sé de Évora (sécs. XVI e XVII), como também outras obras de diferentes épocas. Destacam-se nas suas atuações a participação nas Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”, acontecimento que a Associação Eborae Musica organiza, anualmente no mês de Outubro. Nas deslocações internacionais destaca-se a participação na Europália 91 na Bélgica e a participação no 10º Concurso Internacional de Música Sacra de Preveza, Grécia onde ficou classificado em 3.º lugar, obtendo a medalha de bronze. Dirigido atualmente por Eduardo Martins, foi dirigido antes por Adelino Santos, Francisco d’Orey e Pedro Teixeira. O Maestro Eduardo Martins foi aluno do Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian em piano, tendo concluído o respetivo curso já no Conservatório de Música de Coimbra. Licenciado em Direção Coral e Formação Musical na Escola Superior de Música de Lisboa, encontra-se neste momento a frequentar o mestrado em Direção Coral com os maestros Paulo Lourenço e Alberto Roque, sendo maestro assistente do Coro de Câmara da mesma escola (ESML). Foi Diretor Artístico do Grupo Coral Laudamus – Ovar (1999-2011) e Coro de Letras da Universidade de Coimbra (2004-2006). Atualmente dirige o Grupo Coral ViVaVoz – Oeiras, Coro Tejo e Coro Sacro da ESML – Lisboa, Coro da Universidade de Lisboa e o Coro Polifónico Eborae Musica (desde 2013).

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.