acerca otoño 2
Alentejo Hoje
Twitter rectangular

Sociedade Harmonia Eborense | S.O.I.R - Joaquim António de Aguiar, Évora

CAPOTE FEST - O Festival da Música Moderna Portuguesa

4, 5 e 6 de Maio

11 Abril 2017 | Publicado : 09:55 (11/04/2017) | Actualizado: 10:03 (11/04/2017) | Fuente: Nota de Imprensa

A segunda edição do Capote Fest chega a Évora dias 4, 5 e 6 de Maio na Sociedade Harmonia Eborense e na S.O.I.R - Joaquim António de Aguiar.
O Capote é um festival de música portuguesa, com raízes da terra que pretende elevar Évora no roteiro nacional dos festivais de música atraindo cada vez mais pessoas à cidade.
Promove a nova música portuguesa criando oportunidade a bandas emergentes e promissoras de apresentar o seu trabalho na capital alentejana e de partilhar o palco com bandas já estabelecidas no panorama musical nacional.
O Capote Fest é uma iniciativa da Capote Música, um colectivo independente de Évora que apoia a produção musical.
Este ano o Festival estende-se à Sociedade Harmonia Eborense (SHE) somando mais um dia de programação. O cartaz é formado por 9 bandas que aceitaram o convite para representar o melhor do talento nacional nesta 2ª edição!
O arranque do Capote Fest é na SHE no dia 4 de Maio e fica à responsabilidade de Cassete Pirata.
A 5 e 6 de Maio as portas da S.O.I.R - JAA, parceira do Capote Fest, abrem às 22h e pelo seu palco concertos de Riding Pânico, Sequin, Bicho do Mato, Madrepaz, Bom Marido, Surreal Prisma, Baleia Piloto e Cassete Riscada.
Após os concertos na S.O.I.R – JAA, o Festival continua com o Pós-Capote na discoteca Praxis a partir das 3h. A pulseira do Festival dá acesso à entrada. A festa fica a cargo dos DJs Altamont.


BANDAS DA 2ª edição CAPOTE FEST

CASSETE PIRATA
O tema que os apresenta chama-se, ironicamente, “Outra Vez”, e salta à vista imediatamente o talento para a escrita de boas canções Rock. Não surpreende quando descobrimos que a fita desta Cassete Pirata é gravada por músicos associados a outros projectos de luxo (Diabo Na Cruz, TV Rural, Samuel Úria, entre outros). Um som fresco, perfeito para aquecer os motores da 2ª edição do Capote Fest, em parceria com a Sociedade Harmonia Eborense.

RIDING PÂNICO
Formados por membros de PAUS, Marvel Lima, Quelle Dead Gazelle, LAmA e Cruzes Credo, os Riding Pânico são uma verdadeira Superbanda portuguesa, como facilmente se comprova ao escutar o fantástico novo disco “Rabo de Cavalo”. Um portento sonoro de Rock Progressivo que encerrará com chave de ouro a noite de sexta-feira!

BICHO DO MATO
Esta banda eborense dispensa apresentações e regressa agora à sua terra natal para apresentar o triunfante disco de estreia “A Vingança do Bicho do Mato”, editado pela AVM em parceria com a Capote Música. Reconhecidos pela boa disposição dos seus concertos, o Bicho do Mato atacou as rádios e televisões com o single “Mãos de Aranha Coxa”. A festa está garantida!

BOM MARIDO
Os lisboetas Bom Marido apresentam o seu segundo trabalho no Capote Fest. Boas canções, interpretação irrepreensível, tudo para proporcionar uma agradável viagem ao mundo dos sonhos pelo seu Rock Psicadélico com laivos de Folk, Dream Pop e Electrónica.

CASSETE RISCADA
O Capote Fest continua a abrir portas a novas bandas alentejanas e é com grande prazer que este ano apresentamos os Cassete Riscada. Esta jovem banda de Évora deambula entre o Rock, o Funk, o Indie Pop e pretende afirmar-se perante o público da sua terra natal.

SEQUIN
As melodias doces entrelaçadas na volúpia de sons delicados e produzidas de forma exímia, levaram a artista eborense Ana Miró e o seu projecto Sequin a ser premiado e a entrar nas playlists de inúmeras rádios assim como no subconsciente nacional. A diva da Pop chega ao Capote Fest com o seu mais recente trabalho “Eden”, muitos sucessos do seu primeiro disco “Penelope” e inúmeros palcos pisados por este país fora.

MADREPAZ
Nascidos de uma curiosidade com Tarot e de subsequentes retiros criativos, nascem os Madrepaz. Com o disco “Panoramix” os lisboetas assinam canções de Rock Indie com ecos da pop portuguesa e anglo-saxónica, música nativa americana e africana, de alto gabarito. Nada que surpreenda os fãs d’ Os Golpes , grupo que se encontra na génese deste novo projecto com arranjos de luxo e psicadelismo de bom gosto. A Libelinha chega agora ao Capote Fest!

BALEIA PILOTO
Baleia Piloto nasce em 2016 nos arredores de Lisboa e faz a sua estreia absoluta no Capote Fest. Trazem na bagagem músicos experientes e grandes canções rock que misturam diferentes linguagens. Criam música moderna de memórias antigas que irão ganhar vida e força em palco.

SURREAL PRISMA
Rock com alma Funk ou vice-versa? Uma coisa é certa, os Surreal Prisma debitam energia daquela que se aplica directamente na anca e obriga a dançar. Os quatro jovens de raízes Eborenses, após vários anos a tocar juntos, estreiam no Capote Fest o projecto que consideram o culminar de todas as suas experiências, num concerto que promete conquistar o público!

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.