Twitter rectangular
Alentejo Hoje

Coro Polifónico “Eborae Mvsica”, Coro da Universidade de Lisboa, Orquestra Académica da Universidade de Lisboa, Órgão

XV Concerto “A Quaresma na Escola de Música da Sé de Évora”

8 de abril

03 Abril 2017 | Fuente: Nota de Imprensa

A Associação Eborae Musica promove no dia 8 de Abril às 21h30, no Convento dos Remédios, o Concerto pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica”, Coro da Universidade de Lisboa, Orquestra Académica da Universidade de Lisboa, Órgão (André Ferreira) sob a direção do maestro Eduardo Martins.

Programa:

Polifonia Sé de Évora (Portugal) – 470 anos nascimento Manuel Mendes
Missa pro defunctis – Introitus; Asperges me ; e Alleluia de Manuel Mendes (1547-1605)
Pater Peccavi - Duarte Lobo (1565-1646) ; In jejunio et fletu ; Diogo Dias Melgaz (1638-1700) ; Stabat Mater - Estevão de Brito (1570-1641) ;

Barroco Alemão
Ach weh des Leiden - H. Hassler (1564-1612); Selig sind die toten - H. Schutz (1585-1672) ; Jesu Meine Freude BWV227 (secções I, II e XI) ) J.S.Bach (1685-1750); Der gerechte kommt um Sobre o motete de Kuhnau Tristis et anima mea
Gott sei mir gnädig - J. Kuhnau (1660-1722)

O Coro Polifónico “Eborae Mvsica” fez em Setembro de 1987 a sua primeira apresentação pública, integrada no acontecimento cultural “Os Povos e as Artes”. Tem realizado diversas atuações ao longo da sua existência, interpretando não só polifonia da Escola de Música da Sé de Évora (sécs. XVI e XVII), como também outras obras de diferentes épocas. Destacam-se nas suas atuações a participação nas Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”, acontecimento que a Associação Eborae Musica organiza, anualmente no mês de Outubro. Nas deslocações internacionais destaca-se a participação na Europália 91 na Bélgica e a participação no 10º Concurso Internacional de Música Sacra de Preveza, Grécia onde ficou classificado em 3.º lugar, obtendo a medalha de bronze. Dirigido atualmente por Eduardo Martins, foi dirigido antes por Adelino Santos, Francisco d’Orey e Pedro Teixeira.

O Coro da Universidade de Lisboa (CUL) , fundado em 1061, dá o seu primeiro espectáculo na inauguração da Reitoria da Universidade de Lisboa, em Dezembro de 1961, sendo o seu director artístico o musicólogo Mário Sampayo Ribeiro, até 1996. A partir de então é dirigido por Francisco d’Orey e Fernando Eldoro; entre 1981 e 2008 .pelo maestro José Robert, seguido por Luís Almeida que assume a direção artística até 2014. Atualmente é dirigido pelo maestro Eduardo Martins.
O reportório do CUL é ecléctico, abrangendo desde obras medievais e do período da Renascença até obras de autores contemporâneos. Destaca-se, na sua atividade, o constante esforço colocado na divulgação dos autores portugueses, em eventos nacionais e internacionais.

Eduardo Martins - foi aluno do Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian em piano, tendo concluído o respetivo curso já no Conservatório de Música de Coimbra. Licenciado em Direção Coral e Formação Musical na Escola Superior de Música de Lisboa, encontra-se neste momento a frequentar o mestrado em Direção Coral com os maestros Paulo Lourenço e Alberto Roque, sendo maestro assistente do Coro de Câmara da mesma escola (ESML). Foi Diretor Artístico do Grupo Coral Laudamus – Ovar (1999-2011) e Coro de Letras da Universidade de Coimbra (2004-2006). Atualmente dirige o Grupo Coral ViVaVoz – Oeiras, Coro Tejo e Coro Sacro da ESML – Lisboa, Coro da Universidade de Lisboa e o Coro Polifónico Eborae Musica (desde 2013).

Este concerto terá lugar também na Igreja das Mercês, em Lisboa, no dia 10 de Abril pelas 21h30.

Convidam-se todos a assistir a estes dois concertos de entrada livre.

Este concerto é organizado pela Eborae Mvsica - Associação Musical de Évora, com o apoio da Câmara Municipal de Évora, Diário do Sul, Rádio Diana, Antena2, A Defesa, Registo.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.