Twitter rectangular
Alentejo Hoje

Alentejo defende medronho

Almodôvar Odemira e Ourique contestam “registo” algarvio

Em posição conjunta, os autarcas de Almodôvar (António Bota), Odemira (José Alberto Guerreiro) e Ourique (Pedro do Carmo) contestam os termos da pretensão de registo de Indicação Geográfica Protegida (IGP) de “Algarve” para o medronho produzido em oito freguesias alentejanas e admitem impugnar judicialmente o registo.

01 Abril 2015 | Fuente: Redação D.S.

O processo tratado pela Associação dos Produtores de Aguardente de Medronho do Barlavento Algarvio foi, dizem os autarcas, tratado “à revelia dos produtores, associações e autarcas” alentejanos. Por isso, o apelo aos responsáveis para que “retrocedam nos seus propósitos”, dando conta que pretendem ir “até às últimas instâncias” e avançar para a impugnação judicial do registo.

A Associação dos Produtores de Aguardente de Medronho do Barlavento Algarvio (APAGARBE), com sede em Monchique, formalizou o pedido de registo de Medronho do “Algarve” à Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR), tendo sido publicado para discussão pública. O processo, segundo a imprensa do Algarve, está perto de ficar concluído, mas a contestação alentejana é um dado novo nesta questão.

Os três autarcas recordam que o medronho é produzido “numa área de interesse da sua identidade cultural, social e económica” e que a designação pretendida “condiciona decisivamente o processo em curso de dinamização da produção de aguardente de medronho no Alentejo, actualmente em curso.” “O fruto criado no Alentejo tem características diferentes, a aguardente é produzida de forma diferente e o produto final tem outro sabor e grau de álcool”, sustentam, defendendo que, tratando-se de um produto endógeno, a designação deverá ser associada à origem da produção, no respeito pela identidade local.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.