Alentejo Hoje
Twitter rectangular

Ambiente

Projecto para detecção de origem de maus cheiros em Sines avança este ano

27 Março 2015 | Fuente: LUSA

Um projeto para deteção da origem dos maus cheiros industriais em Sines, a avançar este ano, foi hoje anunciado numa sessão pública sobre o tema, durante a qual se ouviram críticas pelo atraso na resolução do problema.

A intenção do projeto é identificar a origem dos maus odores industriais, através da criação de uma “brigada de deteção de desvios”, e, posteriormente, possíveis soluções para o problema, indicou o coordenador da iniciativa, Miguel Borralho. As medições, segundo o responsável, deverão avançar no início do segundo semestre e durar cerca de um ano, o que não invalida que sejam apresentados resultados intermédios.

A delegada de Saúde do Alentejo Litoral, Fernanda Santos, considerou essencial, para minimizar o problema, a cobertura dos tanques das estações de tratamento de águas residuais (ETAR) e a instalação de sistemas de desodorização em todos os órgãos das mesmas.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.