Alentejo Hoje

Iniciativa assinala os 480 anos do Tribunal do Santo Ofício da Inquisição

Exposição no Museu de Évora mostra “marcas” da Inquisição na cidade

“Marcas da Inquisição em Évora: acervos do Museu e da Biblioteca Pública” é a última exposição que o Museu de Évora apresenta este ano, assinalando assim os 480 anos da implantação do Tribunal do Santo Ofício no país.

25 Outubro 2016

Inaugurada na passada quinta-feira, a exposição resulta de uma organização conjunta entre a Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCA) - Museu de Évora; CIDEHUS (Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora), Biblioteca Pública de Évora e Fundação Eugénio de Almeida, com o apoio do município e dos bombeiros locais.

Segundo informação da DRCA, “o Tribunal do Santo Ofício da Inquisição começou a funcionar de forma continuada em Portugal em 1536 e perdurou até 1821”, recordando que “a bula que introduziu o Santo Ofício no país foi publicada em Évora, cidade onde, na altura, se encontrava a Corte”.

Para além disso, “Évora foi também sede de um dos quatro tribunais de distrito da Inquisição portuguesa”, referiu a DRCA.

O diretor do Museu de Évora, António Alegria, salientou que “este é um daqueles períodos em que aquilo que restou, além da bibliografia, é muito pouco”, considerando “que é uma maneira de mostrar a quase totalidade da coleção ligada à Inquisição”.

O mesmo responsável realçou que “basicamente é uma exposição bibliográfica, mas tem também alguns objetos pertencentes ao museu que faziam parte do espólio da Inquisição”.

Por sua vez, a diretora regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, focou que esta efeméride continua a ter “uma importância muito grande, pois foi um facto histórico longo e negativo, mas que faz parte da história”.

Na sua perspetiva, “temos que conhecê-lo como forma de prevenir o presente e o futuro”.

Essa opinião foi partilhada pelo presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá. “Para além de ter sido uma iniciativa de várias entidades e de vários cidadãos, regista uma data que nos parece importante, até porque ao contrário do que se possa pensar é um tema que está muito atual, uma vez que a questão das intolerâncias está presente no nosso dia-a-dia e são uma ameaça ao futuro”, constatou o autarca.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.