Alentejo Hoje
Twitter rectangular

Reguengos de Monsaraz apresenta marchas, espectáculos musicais e tasquinhas até domingo

ViniReguengos é uma das novidades das Festas de Santo António deste ano

A tradição das marchas populares continua a marcar presença em Reguengos de Monsaraz, com mais uma edição das Festas de Santo António. A inauguração oficial do evento está agendada para hoje, às 19h30, no Parque de Feiras e Exposições da cidade, decorrendo as festividades até ao próximo domingo. Em 2015, sendo Reguengos de Monsaraz a Cidade Europeia do Vinho, as Festas de Santo António dão especia

Marina Pardal

11 Junho 2015 | Fuente: Redação D.S.

- No ano em que Reguengos de Monsaraz é Cidade Europeia do Vinho, quais os principais destaques das Festas de Santo António?

- Aproveitando a comemoração da Cidade Europeia do Vinho, este ano fizemos um formato diferente das Festas de Santo António. Desta forma, transformámos o espaço central das festas, a área adjacente ao palco principal, numa zona mais virada para bares e tasquinhas, um espaço da Cidade Europeia do Vinho que agrega um conjunto de convidados dos próprios produtores. A novidade é, de facto, a existência de tasquinhas junto da parte central do recinto e o movimento associativo local ter espaços para participar nestas festas.

- A ViniReguengos é outra das novidades deste ano?

- É verdade. Temos a primeira ViniReguengos, que concentra nos pavilhões cerca de 40 produtores que colocam os seus vinhos à prova, num esquema de pagamento de copo e de circulação livre pelo espaço. Temos produtores de várias zonas do país, incluindo da vizinha Espanha. Esta é uma aposta que pretendemos continuar no futuro.

- No que diz respeito ao cariz mais tradicional das festas, o que há para realçar?

- São as grandes noites das Festas de Santo António. Este ano, marcando também um pouco a tradição que são as marchas populares, temos patente no espaço uma exposição fotográfica da última década de marchas, daquilo que foi o esforço de várias associações e instituições do concelho, no sentido de preservar essa tradição. Este ano voltamos a ter um número significativo de marchas a desfilar protagonizadas por um conjunto de instituições que levam a cabo este trabalho e que temos tido o cuidado das apoiar de forma crescente, para que esta tradição se mantenha.

- No cartaz dos espectáculos encontramos alguns nomes sonantes e que atravessam gerações, não é verdade?

- Temos um grupo histórico do rock português, os UHF (hoje), que penso que é a segunda vez que actuam em Reguengos. Vamos contar ainda com a presença da banda espanhola Orquestra Chicago Show (amanhã), de José Cid (sábado) e dos D.A.M.A (domingo). Há também a destacar as noites prolongadas com bailes populares e com dj’s. Tentamos que as festas sejam de facto eclécticas, tenham um conjunto de pontos de interesse transversais a toda a comunidade reguenguense e à nossa diáspora que por esta altura regressa e tem encontro marcado com as suas famílias. Esta iniciativa não é uma feira franca, as festas populares de Reguengos têm origens na nossa comunidade, mas destacando naturalmente o vinho como o grande motivo este ano da organização do espaço das festas.

- Quais as outras iniciativas que preenchem os quatro dias das Festas de Santo António?

- Temos também de evidenciar as celebrações religiosas. Há um momento que é muito sentido pela nossa população que é a reunião de todos os santos padroeiros das comunidades do concelho, seguido de missa na Praça da Liberdade. A tradicional corrida de toiros do dia 13, que se realiza pelas 18 horas, com Pablo Hermoso de Mendonza, António Palha Ribeiro Teles e Miguel Moura, que vão lidar seis toiros de Luís Terrón. Conta ainda com a presença dos forcados de Monsaraz e de Montemor-o-Novo. Destaco também o desfile de fanfarras de bombeiros voluntários de várias localidades, que se realiza na manhã de domingo.

- Para além disso, o Passeio Grande Lago Paraíso do Automóvel Clássico e Antigo também vai passar por Reguengos de Monsaraz durante o evento?

- Fará parte do percurso deste passeio a passagem pelas festas, no domingo, por volta das 12h30. Já começa a ser uma tradição e é uma honra voltar a receber estes veículos. É uma caravana de amantes de automóveis clássicos e antigos que são grandes embaixadores do nosso concelho e da nossa região.

- Em relação aos visitantes, são essencialmente dos concelhos vizinhos ou nota-se a afluência de público de outros pontos do país?

- Temos as duas vertentes. O tradicional é que os concelhos vizinhos circulem entre as festas e temos muito gosto em recebê-los. De facto nota-se essa afluência, até pela promoção que fazemos aqui à volta, nomeadamente através do Diário do Sul. Este ano temos ainda outros canais de comunicação de promoção nacional deste evento, por isso esperamos que em torno da Cidade Europeia do Vinho possa haver um outro tipo de participação. Além disso, também é habitual recebermos visitantes do sul de Espanha (Extremadura e Andaluzia).

- Todos estes eventos que o Município de Reguengos de Monsaraz vai promovendo ao longo do ano são factores de promoção do concelho para futuras visitas noutras épocas?

- São sementes que vamos lançando. Nos primeiros quatro meses do ano, fechámos com cerca de 27 por cento de aumento de visitas em Monsaraz. A restauração e a hotelaria, nomeadamente os enoturismos, têm tido taxas de ocupação muito significativas. Neste momento os sinais são objectivamente positivos em relação a este esforço de promoção que se tem feito, mas continuo a pensar que o mais importante é aquilo que se cria de sustentabilidade. A promoção territorial permite que mais pessoas sejam potenciais visitantes no futuro e que não se esgote tudo no evento ou nos dias a seguir. Há ainda a evidenciar a notoriedade dos vinhos de Reguengos, que cria um valor acrescentado e também por essa via se cria desenvolvimento económico. Esta acção concertada e anual, a Cidade Europeia do Vinho, tem de facto a haver com uma promoção consistente do território e a parceria com Évora e Elvas tem sido bastante importante porque temos tido eventos em Reguengos que têm enchido a hotelaria nestas outras cidades, como aconteceu com o Rali TT Vinhos Carmim.

- Quer deixar uma mensagem final?

- Faço um convite para que todos venham até Reguengos de Monsaraz entre os dias 11 e 14 de Junho.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.alentejohoje.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.alentejohoje.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.