A Câmara Municipal de Évora finalizou os trabalhos de limpeza e manutenção da fachada do edifício demolido situado na Porta da Lagoa. Esta fachada corresponde a um troço da Muralha (Cerca Nova) classificado como Monumento Nacional desde 1922.

Os trabalhos foram realizados no âmbito do Programa de Conservação e Valorização das Muralhas e do Sistema Defensivo de Évora, tendo incidido na raspagem e escovagem das paredes para remover materiais desagregados, na remoção contida de rebocos incompatíveis e degradados, na remoção de grafitos e aplicação de argamassas para reparação de rebocos compatíveis com os materiais preexistentes e, finalmente, na caiação.

A seleção do tom do pigmento baseou-se na tonalidade da fachada do antigo edifício e na coloração do aparelho de pedra. Aos metais existentes foi aplicada uma camada de proteção de maneira a evitar a sua corrosão.

É de recordar que o antigo edifício foi demolido nos anos 90 aquando do projeto de conservação da muralha realizado pela Direção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, mantendo-se a fachada.

A impossibilidade atual de expor o troço de muralha no seu interior relaciona-se com o estado de conservação do aparelho da mesma, uma vez que apresenta desagregação das argamassas e insuficientes elementos pétreos. Para além da conservação deste troço de fachada, esta intervenção procura dotar esta entrada no Centro Histórico da dignidade que merece.

Quanto ao Programa de Conservação e Valorização das Muralhas e do Sistema Defensivo de Évora, consiste numa estratégia a ser concretizada em três tipos de ações: preservação e manutenção com o objetivo de impedir a sua deterioração ou degradação; intervenções de conservação e restauro para recuperação da sua forma ou função e, por fim, desenvolvimento de trabalho de pesquisa ou investigação que permita a consolidação do conhecimento sobre este conjunto amuralhado.

Fonte: Município de Évora / Nota de imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, introduza o seu comentário!
Please enter your name here